Reciclando fezes de animais…

Topei há pouco tempo com uma notícia sobre reaproveitamento de fezes de elefante e de alce, que me chamou um pouco a atenção. Hoje, topei com outra parecida no EcoGeek, mesmo assunto, só que para fezes de gado. Por mais engraçado que possa parecer eu postar um comentário sobre aproveitamento de fezes, vale a pena porque mostra que o desenvolvimento tecnológico está dando o devido suporte à sustentabilidade da vida no planeta Terra.

Pesquisadores da Michigan State University e do USDA-United States Department of Agriculture estão testando há algum tempo o material fibroso extraido do esterco de gado (a alimentação do gado é muito fibrosa), para uso industrial. O esterco é processado em biodigestores anaeróbicos, onde os subprodutos são obtidos em etapas distintas do processo. Gás metano e fertilizantes são os subprodutos mais importantes do processo, e agora os subprodutos sólidos estão encontrando também seu uso industrial. Utilizando esse resíduo sólido-fibroso associado com resinas e aplicando calor e pressão, resulta em uma placa que tem propriedades estruturais iguais ou melhores que as similares obtidas de restos de madeiras, os famosos aglomerados que conhecemos (leiam notícia completa aqui).

A outra notícia na mesma linha vem do site BoingBoing, sobre a empresa Elephant Poo Poo Paper que está produzindo agendas e outros produtos a partir de papel extraido das fezes de elefantes. A produtividade é tão alta que uma simples borrada de elefante produz 25 folhas grandes de papel, suficientes para produzir 10 livros de anotação (journals) de tamanho padrão.

O mais importante e animador dessas notícias é que a tecnologia está acompanhando de perto a degradação do meio ambiente, fornecendo soluções que diminuem o impacto das atividades humanas sobre a natureza já tão combalida. No caso do elefante não é tanto o caso, mas para o gado, a questão é muito séria. Ao lado das ótimas notícias econômicas sobre o fato de que somos o maior produtor e fornecedor de carne de boi no planeta, ficam escondidos (ninguém quer falar sobre eles…) os dados sobre o impacto que esse fato econômico tem sobre a natureza. Por exemplo, estima-se que um fazendeiro gasta em média 200 dólares anuais somente para manipular o esterco de uma cabeça de gado, o que é um dado estarrecedor. O volume de gás metano jogado na natureza, produzido livremente pelo esterco de gado, é altissimo, com sérios danos ambientais.

Mas não se preocupem porque o processo de extração das fibras elimina as bactérias que são responsáveis pelo cheiro das fezes, e não corremos o risco de comprar um móvel de quarto ou uma agenda fedorentos. E fiquem de olho, temos que saber analisar as noticias da economia sob um ponto de vista sistêmico: se tem alguma atividade econômica dando resultados estrondosos, podem ter certeza de que algum dano à natureza também está sendo causado, na mesma proporção.

Anúncios

Consultor Independente, Treinamento Empresarial, Gerência de Projetos, Engenharia de Requisitos de Software, Inovação. Professor Titular Aposentado, Departamento de Informática, Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais, Brasil. Doutor em Informática, PUC-Rio, 1990. Pós-Doutoramento, University of Florida, 1998-1999

Publicado em Sustentabilidade, Tecnologia
3 comentários em “Reciclando fezes de animais…
  1. Marcos disse:

    Onde vende no Brasil?

  2. carlos roberto g. campos disse:

    Será que existe algum trabalho sobre o aproveitamento de fezes de caes, por exemplo para fazer humus, ou biogaz????? trabalho com equipe da zoonoses e gostaria de dar outra finalidade para tanto material. \Podem me ajudar?????
    ffone 11-9940-8711

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: