O jogo de tênis

Minha relação com o jogo de tênis começou por volta dos meus 14 ou 15 anos, influenciado por meu pai. Na época, ainda era um esporte muito elitizado, e tudo era difícil, caro e raro: raquetes (de madeira), bolinhas, encordoamento, aprendizado e, naturalmente, quadras para a prática do esporte. Nessa época, por volta de 1963, já morávamos em Viçosa, e por sorte tinhamos aqui uma quadra de tenis de saibro, muito disputada e mantida com mão de ferro pelo Heitor Barbosa.

downloadBom, mas e daí? O que é que o jogo de tênis tem a ver comigo, com minha formação, equilíbrio, e com esse blog? Na época em que comecei a jogar, o esporte fazia parte da nossa vida aqui em Viçosa. Natação e volei eram os outros dois preferidos. Com o tempo, tomei gosto pelo tênis, e jogo até hoje, pelo menos uma vez por semana (infelizmente, muitos anos praticando o esporte não significam que eu tenha me tornado um ótimo jogador…). O domínio da técnica do tênis exige atenção a detalhes e perfeição na execução dos movimentos, muita concentração e bom condicionamento físico. Qualquer distração na execução de uma jogada, significa errar o golpe e mandar a bolinha para algum lugar inesperado, completamente diverso daquele planejado. Todos os golpes -forehand, backhand, voleio, serviço, smash e suas combinações e variações- exigem movimentação e posicionamento muito bem executados, todos têm uma lógica de movimentação muito bem planejada. Pernas, braços, cotovelo, mãos, munheca, joelhos, panturrilha, ponta dos pés, ombro, abdomem e torso são muito exigidos em todas as jogadas, todas elas são uma sequência de movimentos que devem ser em parte automatizados pela prática e dedicação.

Além da parte técnica dos golpes básicos constituidos por golpes de fundo de quadra, golpes de rede, técnicas de aproximação (approach) para matar a jogada, passada de bola nas paralelas, posicionamento para voleio etc., o jogo ainda tem a estratégia em quadra. São decisões que devem ser tomadas em curto espaço de tempo, a mais dificil delas é a escolha do golpe a ser aplicado em cada situação. Com o tempo, essa escolha fica mais ou menos automática, mas sempre há situações inusitadas que levam a decisões inesperadas, é necessário muita concentração para tomar a decisão certa no tempo certo que possibilite, por exemplo, uma mudança de posicionamento ou empunhadura da raquete. A concentração no jogo é fundamental, pois só com muita concentração na movimentação do adversário é possivel antecipar uma jogada e chegar inteiro na bolinha, com o golpe já preparado e certeiro. Conhecendo a técnica, é possivel observar com proveito as estratégias e golpes de jogadores tecnicamente perfeitos, como por exemplo o atual primeiro do ranking e tecnicamente impecável Roger Federer, as irmãs Venus e Serena Williams, a lenda Pete Sampras, Ivan Lendl e vários outros.

Foi enorme a influência do jogo de tênis na minha vida até hoje, e continua sendo assim. Nos momentos mais críticos da vida profissional e pessoal, ia e continuo indo para a quadra de tênis, e a concentração exigida pelo jogo proporciona um distanciamento dos problemas do mundo real, dando um descanso merecido para a mente. Consigo manter o estresse pelo menos parcialmente sob controle, e estresse é o que não falta na vida de qualquer um, é o grande vilão da maioria dos males modernos. Há algum tempo, um amigo me indicou o livro O Jogo Interior de Tênis, cuja capa ilustra a postagem. Não é um livro que ensina a jogar tênis, o próprio título já indica que esse não é o assunto. Ele fala mais do jogo interior, do controle emocional, do preparo, da pressão psicológica, da concentração necessária para cada jogada e situação. Muito bom, recomendo sem susto aos praticantes do tênis e de outros esportes.

O sítio web RacquetResearch dá detalhes técnicos baseados na Física sobre as características das raquetes. As opções de escolha para raquetes, bolinhas e cordas hoje são tantas, que é necessário seguir um verdadeiro processo decisório para conseguir chegar perto do resultado esperado. E para complicar um pouco mais, as combinações de tipo de raquete, fabricante, tipo de cordas e tensão utilizadas em cada encordoamento são outro desafio e exigem conhecimento do tenista. É tão complicado que a maioria deixa as escolhas por conta da experiência e opinião do encordoador. Mas é preciso ter paciência para ler e entender tudo, antes de passar à escolha das raquetes. E, claro, o blog do Paulo Cleto, jogador e técnico, uma referência do tênis no Brasil, com comentários, análise de jogos, acompanhamento de torneios, etc.

Vou repetir o chavão que aparece em todo canto, mas essa vai com base na minha própria experiência. Pratique algum tipo de esporte com regularidade. Corrida, caminhada, hiking, tênis, natação, musculação, biking, existem muitas opções, certamente uma se encaixa no seu dia a dia, necessidades e possibilidades. Atividades físicas tiram a gente do sedentarismo, de vícios, melhoram o sono, tiram as dores no corpo, melhoram a disposição, as endorfinas fazem milagres. Saia da inércia e da sua zona de conforto, os benefícios são incalculáveis.

Atualizado 31/07/2015.

(este artigo foi escrito por zeluisbraga, e postado no meu blog zeluisbraga . wordpress . com) (this post is authored by zeluisbraga, published on zeluisbraga . wordpress . com) (from Viçosa, MG)

Consultor Independente, Treinamento Empresarial, Gerência de Projetos, Engenharia de Requisitos de Software, Inovação. Professor Titular Aposentado, Departamento de Informática, Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais, Brasil. Doutor em Informática, PUC-Rio, 1990. Pós-Doutoramento, University of Florida, 1998-1999

Marcado com:
Publicado em Esporte, Livros, Saúde
13 comentários em “O jogo de tênis
  1. Alessandro Tocafundo disse:

    Caro “Zeluís”, seu casamento com o tênis é um caso de amor para toda a vida ! Além dos benefícios cardio-vasculares, as transposições que você foi capaz de fazer são valiosas. As vidas pessoal e profissional exigem, estratégia, equilíbrio, disciplina e dedicação. mas fundamentalmente, PAIXÃO !

    Minha lista de atividades ao ar livre é extensa : Trekking, Mergulho, Off-Road e mais recentemente Vôo-livre de Paraglider. Me divirto dizendo que experimento vários “elementos”, água, ar, terra. Desafios que tornam-se um prazer. Prazer que me possibilita acreditar na capacidade de superação.

    Taí “Zeluís”, cada um ao seu modo, mas ambos em busca do mesmo objetivo :

    Sair da inérica sim ! Quanto à zona de conforto, essa eu encontro ao voar, ao caminhar ou passear de jipe por uma trilha, ao experimentar o fundo mar !

    Um abraço.

  2. juliana disse:

    eu nao achei nada do q procurava em nenhum site

    gostaria de saber as jogadas de tenis

  3. Olá, Juliana. Tem muita coisa boa na internet, dá uma olhada no sitio http://www.tennis.com/yourgame/index.aspx, é cheio das dicas e filmes curtos mostrando os golpes básicos e avançados. Tem que ter paciência para procurar, mas vale a pena.

  4. Paulo Lúcio disse:

    Oi Zé Luis, não é pq eu sou do DPI ou pq temos contato aqui dentro mas quero, primeiramente, parabenizá-lo pelo blog. Adorei as matérias. Li algumas e gostei de 100% das que li. Queria lhe dar os parabéns tb pelo jeito de vc escrever que é igual a poucos, apesar de muitos terem nível superior.
    Muito bacana mesmo esse blog. Pode ter ctz que eu já dei um “bookmark” nele.
    Abração.

  5. Obrigado, Paulo Lúcio. O esforço para manter esse blog é muito grande, mas hoje já é mais uma diversão do que propriamente um compromisso. Escrever para um público conhecido já é um grande desafio, escrever para um público desconhecido e agradar é um desafio muito maior, enorme… obrigado pelo apoio, zeluis

  6. Guilherme disse:

    Eai professor tudo jóia?
    Não sabia do seu interesse sobre o tênis
    qualquer dia agente pode marcar um joguinho nas quadras da ufv
    hehehe
    abraços

  7. Gabriel disse:

    Zé, acabou que foi chegando a formatura e a gente não jogou uma partida né? A quadra da UFV tb não ajuda muito, aquilo alí parece o Grand Canyon…
    Quando vier a BH, n’algum fds, e estiver com um tempo livre, tem aqui as quadras do CEU/UFMG, muito boas!! Voce tb deve conhecer algumas outras por aqui… Animando de jogar, só falar!

    Depois de ler esse tópico e ver a final do MS de Monte Carlo nesse domingo deu mais vontade ainda de jogar. O problema é arrumar um adversário hehe =D

    O tal do tênis desestressa mesmo, isso é fato!
    Parabéns pelo blog!
    Abraço!!

  8. joao ricardo disse:

    jogar um esporte é bom

  9. Marcos Vieira (PX) disse:

    Grande Zé !!!!
    Quanta saudade de vocês aí !!!!
    Um grande abraço e parabéns pelo site.
    Lembro-lhe que fui apresentado ao tênis aí, nas quadras da UFV, com raquete emprestada, bolas “ofertadas” por você, aulas do Vlad …
    Caso de amor também, pelo tênis. Até hoje jogo, faço aulas, participo de competições.
    Sou um terceira classe aqui em Brasília, com objetivo de chegar à segunda classe até o final deste ano. Havia dado uma boa parada, entre 2004 e 2007, para me dedicar ao MTB. Em 2007 ensaiei o retorno, pois meu filho Bernardo também retomou o esporte e começou a se dedicar, e eu, para acompanhá-lo e incentivá-lo, reiniciei meus treinamentos.
    Um grande abraço e lembranças a todos do departamento aí.

    • Olá, Marcão. Mas que noticia boa, mais um fiel adepto do tênis. Isso é para a vida toda, eu jogo regularmente, invisto em raquetes novas de vez em quando, continuo com os treinamentos, mas somente para diversão, he he… nada de rankings ou disputas, mesmo porque os torneios que acontecem por aqui não têm a categoria adequada. Acabam misturando “acima de 40” numa categoria só, e ai eu me arrebento. Mas o social e a diversão é o que de fato interessam. Apareça por aqui. Abraço, obrigado pela visita

  10. Jorge Henrique Garcia disse:

    Estou voltandoa jogar esse esporte e estava procurando mais emoções e acho que vc conseguiu transmitir, estou praticando e procurava algumas técnicas de golpes atraves da web, vou pegar carona da juliana e pegar este site.

    Valeu José Luis.

    Abraço

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: