Um sistema sobre o nosso mundo

No segundo semestre de 2004, resolvi arrumar novos desafios na disciplina Sistemas de Informação, da graduação em Ciência da Computação do DPI-UFV, e inclui algumas aulas sobre o tema Modelagem sistêmica com diagramas de influência. É uma ferramenta indispensável para quem quer entender situações reais de forma sistêmica, enxergando as variáveis principais, suas interações e seus impactos mútuos, o que normalmente é muito complexo quando o número de variáveis consideradas é grande. Na prova dada sobre esse assunto, utilizei o texto em itálico que segue abaixo, uma tradução que fiz da primeira página e meia do capítulo de introdução do livro World Dynamics, do Jay W. Forrester, que vai citado no fim da postagem. A questão da prova era produzir um modelo com diagramas de influência sobre a descrição do problema, e enunciar algumas hipóteses que fossem cenários de soluções possiveis, a partir do modelo.

Jay Forrester era, na época em que o livro foi publicado, professor do MIT (Massachussets Institute of Technology) Sloan School of Management, e foi o maior responsável pela introdução do uso de dinâmica de sistemas para construir modelos para problemas dinâmicos, possibilitando o uso desses modelos para simulações e análise de cenários. Tenho me dedicado atualmente ao uso da dinâmica de sistemas em problemas de decisão na Engenharia de Software, uma linha de investigação motivante e desafiadora.

Se vocês tiverem paciência de ler até o final, vão perceber que apesar de o livro ser de 1971, já com 27 anos de idade, o modelo desenvolvido e discutido em suas páginas por Jay Forrester é perfeitamente atual e serve para simular os problemas do nosso mundo como é hoje. Os problemas não mudaram, pelo contrário, continuam ai e muito agravados pela incapacidade e incompetência do ser humano em lidar com eles. Reflitam….

=======

O “sistema mundo”, englobando o homem, seu sistema social, sua tecnologia e seu ambiente natural, que interagem para produzir crescimento, mudança e tensões, está enfrentando novas pressões. Não é novidade a geração de grandes forças originadas dos sistemas sócio-técnico-naturais. Mas só mais recentemente é que a humanidade tomou consciência de novos problemas, que não podem ser resolvidos pelas soluções históricas de migração, expansão, crescimento econômico e tecnologia.

As manifestações de novas tensões no sistema mundo são população excessiva, poluição crescente, e grandes disparidades nos padrões de vida das pessoas e populações. Mas, será que população crescente, poluição e desigualdades econômicas são causas fundamentais, ou apenas sintomas? Será que podem ser melhoradas diretamente, ou será que as causas das novas tensões estão em alguma outra parte do sistema mundo?

Há uma crescente consciência de que esforços passados para aliviar as tensões nos nossos sistemas sociais sempre foram dirigidos a suprimir sintomas sem contudo alterar as causas principais. Cada vez mais, o sistema mundo está se tornando mais interrelacionado em suas variáveis. Uma ação qualquer em um setor do sistema, pode produzir consequências inesperadas em outro setor. De modo geral, essas consequências são não-intencionais e inesperadas. Precisamos entender as formas pelas quais os principais fatores estão se influenciando mutuamente em escala mundial, para que tenhamos segurança e confiança de que nossas ações nos levarão a melhorias reais, ao invés de tornarem as coisas piores.

Nossos conhecimentos e premissas sobre os componentes de um sistema, mesmo que sejam tão complexos quanto nosso sistema social, podem ser agora entendidos e examinados utilizando métodos que foram desenvolvidos nas últimas décadas. Isso pode ser conseguido pela organização dos conceitos principais em “modelos” que revelam as consequências e inconsistências internas de nossas premissas e conhecimento. Das análises que podem ser derivadas desse modelo, será possivel um entendimento muito mais perfeito e preciso do nosso sistema mundo, no qual estamos imersos.

Este livro estabelece um modelo dinâmico com escopo mundial, um modelo que inter-relaciona população, investimentos, espaço geográfico, recursos naturais, poluição e produção de alimentos. A partir desses aspectos ou setores principais e suas interações, parece se originar a dinâmica de mudança no sistema mundo. População crescente cria pressão para aumentar a industrialização, produzir mais alimentos, e ocupar mais terras. Mas mais alimento, bens materiais e uso de mais terra tendem a encorajar e permitir o crescimento populacional. O crescimento da população, com o respectivo crescimento industrial e poluição, são originados de processos circulares em que cada setor tanto melhora parcialmente a situação, quanto realimenta outros setores. Com o passar do tempo, o crescimento encontra barreiras impostas pela própria natureza. Terra e recursos naturais são exauridos, e a capacidade do próprio planeta Terra de dissipar poluição fica sobrecarregada no nível de não conseguir mais a desejada dissipação.

A batalha entre as forças do crescimento e as restrições da natureza podem ser resolvidas de várias maneiras. O ser humano, se entender suficientemente bem o problema e agir com sabedoria, pode escolher um caminho que o leve para fora da zona de conflito entre as pressões citadas, que seja mais favorável do que as ações, atitudes e políticas adotadas atualmente. Esse caminho deve ser no rumo de uma situação de não-crescimento e equilíbrio do sistema mundo. O grande desafio consiste em saber escolher a melhor transição disponível do cenário passado de crescimento para uma condição futura de equilibrio.

Jay W. Forrester, World Dynamics. Cambridge, Massachussets: Wright-Allen Press, 1971

Anúncios

Consultor Independente, Treinamento Empresarial, Gerência de Projetos, Engenharia de Requisitos de Software, Inovação. Professor Titular Aposentado, Departamento de Informática, Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais, Brasil. Doutor em Informática, PUC-Rio, 1990. Pós-Doutoramento, University of Florida, 1998-1999

Marcado com: ,
Publicado em Livros, Sustentabilidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: