Carro elétrico quebra seu galho…

Uma noticia que li no blog EcoGeek me chamou muito a atenção, pelo inusitado uso inteligente da tecnologia. Um cidadão de Harvard, Massachussets (EUA) conseguiu quebrar o galho numa queda de energia na região onde reside, e manter funcionando a geladeira, o freezer, a televisão e as luzes de sua casa por um periodo de três dias. Como? Usando um inversor para converter  corrente contínua em corrente alternada, ele puxou a energia do seu Toyota Prius híbrido (gasolina e eletricidade), gerando 120Volts!! E isso gastando apenas 5 galões (1 galão = 3,7854 litros aproximadamente).

Toyota Prius

Toyota Prius

A bateria do Prius fornece energia ininterrupta, desde que o motor do carro seja ligado periodicamente, para recarregá-la. E o melhor de tudo, os carros híbridos ligam o motor a gasolina automaticamente, sempre que o nivel de energia estiver abaixo do necessário para fazer o carro funcionar. Desde que o tanque tenha gasolina suficiente, o sistema é capaz de gerar três quilowatts de potência ininterruptamente, o que é suficiente para manter alguns eletrodomésticos funcionando.

Bom, que lições a gente pode tirar dai? Primeiro, que certamente o cidadão tinha conhecimento de eletricidade de automóvel, e do funcionamento do seu carro especificamente, e da potência que é gerada pelo sistema. Sem esse conhecimento, ele ia ficar no escuro e sem os eletrodomésticos funcionando pelos três dias. Segundo, o que considero o mais interessante: a tecnologia sempre permite usos inusitados, e a inventividade humana não tem limites, tanto para o bem quanto para o mal. Terceiro, será que algum projetista teria pensado no assunto como um requisito a mais a ser disponibilizado pelo sistema do carro, implementado como uma tomada de energia disponivel em algum canto dentro do carro, com o inversor devidamente instalado como equipamento auxiliar, de onde fosse possivel puxar uma extensão e levar energia prá dentro de casa?

O terceiro caso merece uma pequena discussão. Perceber  esse requisito, é até provável que algum projetista tenha percebido, e é possivel que isso até tenha sido discutido. Mas, se isso aconteceu, o requisito foi considerado “não essencial” ou apenas “desejável”, e colocado em outra fila de prioridades de projeto. Pois certamente sua implementação acarreta mais custos, mais peso no carro, etc. E para um uso muito esporádico.

Fica aí um bom exemplo de análise de (custo/benefício) da inclusão ou não de requisitos em produtos (notoriamente software), perfeitamente aplicável na engenharia de software, principalmente quando existe uma tendência de termos uma engenharia de software baseada em valor (VBSE-Value Based Software Engineering). Para pensar…

Anúncios

Consultor Independente, Treinamento Empresarial, Gerência de Projetos, Engenharia de Requisitos de Software, Inovação. Professor Titular Aposentado, Departamento de Informática, Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais, Brasil. Doutor em Informática, PUC-Rio, 1990. Pós-Doutoramento, University of Florida, 1998-1999

Marcado com: ,
Publicado em Sustentabilidade, Tecnologia
2 comentários em “Carro elétrico quebra seu galho…
  1. Vinci Amorim disse:

    Muito interessante!

    Passei por uma situação assim recentemente. Desenvolvo um sistema de planejamento que faz consultas no estoque. O usuário gostou tanto da forma como os dados do estoque são exibidos no plano que prefere criar um plano só para realizar uma consulta no estoque ao invés de acessar ao software do estoque.

    Acho muito difícil prever estes usos inusitados para os produtos. Mas depois que eles ocorrem, fica fácil promover os seus usos. No meu caso, pretendemos fazer uma funcionalidade que exiba o estoque sem a necessidade de criar o planejamento.

    No exemplo dos carros, no futuro quem sabe todos os carros híbridos já venham com um cabo de força par a “exportar” energia elétrica.

    Tem gente que usa pente prá prender cabelo.

    E que a seleção natural selecione as funcionalidades mais úteis. Realmente úteis.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: