Etanol afetado pela crise econômica

Barril de petróleo

Barril de petróleo

Oportunidades para análises sistêmicas estão sobrando. Agora, é o setor produtivo do álcool carburante, recém-batizado de etanol para ficar compativel com o nome mundial do produto (não resta dúvida de que o novo nome ficou muito mais chique!).  Considerado a estrela da sorte do Brasil, gerador de milhares de empregos no campo, produto forte e em ascensão na pauta de exportações brasileiras, também foi pego pela crise. Pensando sistêmicamente, a coisa toda se passa atrelada ao preço do barril de petróleo.  Que chegou a impensáveis US$150,00 e com previsão dos analistas de fechar o ano de 2008 a US$200,00 o barril, afetando toda a economia mundial que por sua vez, estava em franca aceleração, consumindo produtos básicos (commodities) em volumes muito altos, fazendo a alegria dos paises exportadores desses produtos (como o Brasil).

Claro, estamos falando de economia de mercado, onde a regra básica de regulação de oferta e demanda  é simples de entender: produto com escassez de oferta e com alta demanda, leva a um aumento de preços. E os países produtores de petróleo se aproveitaram do bom momento  da economia para regularem a produção (para baixo), provocando um aumento de preços e lucrando mais que nunca com cada barril extraido.

Muito bem, com a crise econômica provocada pela irresponsabilidade dos bancos estadunidenses e de outros ricos, que na busca pelo lucro exagerado fizeram pessoas que ganham muito pouco assumirem financiamentos de casa própria impagáveis, com as consequências que estamos vendo e sentindo na pele: retração no crescimento econômico mundial. O problema balançou toda a economia mundial  e seus setores mais fortes, e consequentemente houve uma retração na demanda por petróleo no mundo todo. Queda na demanda provoca uma queda proporcional nos preços, e o resultado é o que estamos vendo: barril de petróleo cotado abaixo de  US$50,00 e enormes reservas acumuladas pelos principais paises consumidores.

E o etanol? Aproveitando o bom momento das previsões da alta do barril de petróleo, o etanol entrou em alta no mundo todo, como uma alternativa viável para suprir uma possivel falta de petróleo no mercado. Altos investimentos foram feitos, mais usinas criadas ou expandidas, capacidade de produção em alta, paises começaram a importar etanol do Brasil, enfim, um cenário excelente para o setor.

Com a crise e queda na atividade econômica mundial,  passou a sobrar petróleo barato no mercado internacional, e o etanol sumiu das conversas, com o mercado e o interesse internacional pelo produto em queda temporária. Prá complicar, a falta de crédito para financiar o capital de giro das usinas produtoras no Brasil  e os custos altos de produção, que sofreram aumento de 25% nos últimos 18 meses devido principalmente a alta dos insumos agrícolas para a produção de cana, pioram muito o cenário. Estima-se que a produção na safra de 2008/2009 será de 25 bilhões de litros, com uma estimativa de demanda mundial, no mesmo periodo, estimada em 27 bilhões de litros. Ou seja, possivelmente vamos ter etanol encalhado por aqui…

A economia funciona em ciclos econômicos estudados por Joseph Schumpeter, e a lógica é a de que se está sobrando petróleo hoje no mercado, no próximo ciclo ele vai faltar, e volta a corrida pelo etanol. E lembro mais uma vez, tudo é sistêmico, um número enorme de variáveis influenciando-se mutuamente, a maioria delas sem permitir ação direta de controle e decisão.

Anúncios

Consultor Independente, Treinamento Empresarial, Gerência de Projetos, Engenharia de Requisitos de Software, Inovação. Professor Titular Aposentado, Departamento de Informática, Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais, Brasil. Doutor em Informática, PUC-Rio, 1990. Pós-Doutoramento, University of Florida, 1998-1999

Marcado com: , ,
Publicado em Economia, Sustentabilidade, Tecnologia
2 comentários em “Etanol afetado pela crise econômica
  1. Agora pergunta se o preço da gasolina caiu??? 😦

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: