Lake Mead, Hoover Dam

HooverDam

HooverDam

A foto do lado é da Hoover Dam (represa Hoover), construida para gerar eletricidade, irrigar plantações e suprir de água a população de  parte da região oeste estadunidense (Nevada e California) e do México. O lago por trás da represa é o Lake Mead, no estado de Nevada, que é alimentado pelas águas do rio Colorado, tem capacidade para armazenar 9,3 trilhões de galões de água (1 galão tem aproximadamente 3,5 litros), equivalente ao fluxo de água de dois anos do rio Colorado. Suas águas são bombeadas através da Sierra Nevada para suprir parte da região sudoeste da Califórnia. Somente por esses números ai, dá para imaginarmos o gigante de obra de engenharia que ela representa, terminada em 1936.

Bom, mas o que isso tem a ver com esse blog? Sustentabilidade, claro. Procuro aqui nas minhas postagens, chamar sempre que possivel a atenção dos leitores para análise sistêmica, capacidade de enxergar além dos fatos isolados e se possível, enxergar todo o sistema. Dia desses topei com uma noticia sobre a represa: Lake Mead is drying up. Ou seja: Lake Mead está secando, a uma velocidade alarmante! O nivel de água caiu 14 pés em 2008 (aprox. 4,20 metros) e a projeção é a de que vai cair outros 14 pés esse ano, chegando próximo dos 1075 pés de altura mínima, ponto em que o governo federal estadunidense vai intervir e declarar estado de seca, forçando a diminuição de vazão a um nível que causará o fechamento das torneiras de água em 800.000 casas em Las Vegas. A briga pela água no estado de Nevada está ficando complicada, pois a turma dos cassinos e hotéis de Las Vegas se acha no direito de tirar águas de outros cantos do estado, para continuar jogando água fora nos empreendimentos da cidade.

Essa noticia me chamou a atenção, porque me fez  lembrar de outra notícia que tinha lido há um bom tempo, na revista IEEE Spectrum, sobre os efeitos devastadores no eco-sistema das margens do rio Colorado, observados 60 anos depois do seu represamento no Lake Mead.  Não tenho mais o artigo com a notícia, mas achei outra referência sobre o impacto ambiental causado pela Hoover Dam e pelo represamento do rio Colorado, Hoover Dam Environment, de onde transcrevo:  Mais uma vez, a tentativa de modificar a natureza adaptando-a aos seus desejos termina com consequências desastrosas. Sem entender completamente  as conexões sutis existentes no seu frágil eco-sistema, o homem provocou mudanças muito drásticas  nas propriedades fundamentais do rio. Espécies foram perdidas como resultado do fraco planejamento ou ausência de capacidade de visão de futuro. Outras espécies foram perdidas para que visitantes em férias pudessem pescar trutas no lago..

E temos algo semelhante acontecendo por aqui? claro que temos, a transposição do Rio São Francisco, vejam artigo sobre este assunto escrito por um especialista em águas, prof. Alberto Daker, aqui! Nossos dirigentes estão incorrendo nos mesmos erros de planejamento e falta de visão que acometeram os idealizadores e realizadores da Hoover Dam, e as consequências vão aparecer talvez daqui a meio século ou menos, quando os responsáveis pelas decisões não estiverem mais por aqui. Esta é uma das falácias apontadas pelo pensamento sistêmico: a de que os dirigentes vão aprender com as decisões que tomam.  Pelo menos com decisões que têm impactos sistêmicos, de longo prazo, isto é mesmo uma tremenda falácia.

Atualização 11/06/2014 – Artigo sobre a situação crítica em que se encontra o Lake Mead, quase no limite da falta de água.

(este artigo foi escrito por zeluisbraga, e postado no meu blog zeluisbraga . wordpress . com) (this post is authored by zeluisbraga, published on zeluisbraga . wordpress . com)

Consultor Independente, Treinamento Empresarial, Gerência de Projetos, Engenharia de Requisitos de Software, Inovação. Professor Titular Aposentado, Departamento de Informática, Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais, Brasil. Doutor em Informática, PUC-Rio, 1990. Pós-Doutoramento, University of Florida, 1998-1999

Publicado em Social, Sustentabilidade, Tecnologia
5 comentários em “Lake Mead, Hoover Dam
  1. PG disse:

    Isso é mesmo para pensar. Mais do que pensar é preciso agir, mas infelizmente nos sentimos incapazes, e o pior, deixamos a coisa rolar… e a próxima geração que se preocupe quando o problema explodir.

    Valeu a provocação!

  2. Boa tarde.

    Meu nome é Klaibson e sou representante da Revista Espírito Livre. A Revista Espírito Livre é uma revista voltada ao mundo do Software Livre com artigos e estudos de casos sobre migração de software proprietário para software livre.

    Estou entrando em contato com seu blog, por que seu site é bem visto pela comunidade da internet, com muitos acessos diários. Por isso estou lhes escrevendo para propor uma parceria comercial, que funcionará da seguinte forma:

    Ambas as partes querem divulgar produtos/serviços e os meios convencionais de divulgação as vezes são muitos caros e não tão eficientes. Então estou lhe sugerindo uma troca de banners. A troca de banners além de ser uma forma gratuita de divulgação, ela ajuda a elevar seu site nos sites de busca (Google, Cadê, Uol Busca, entre outros) e eleva seu blog, pois está divulgando sua marca em uma revista bem conceituada no mundo do software livre.

    Caso ainda não conheça nossa revista, acesse o site http://www.revista.espiritolivre.org e baixe gratuitamente nossa revista.

    No interesse de realizar esta parceria, entre em contato através do email revista@espiritolivre.org

    Att.

    Klaibson Ribeiro.

    • Ola, Klaibson, obrigado pela mensagem. Estou analisando a sua idéia, o objetivo deste blog é ser um canal de comunicação simples, sem nenhuma pretensão de ser o campeão de acessos. Por isso não tinha me passado pela cabeça ainda esse tipo de parceria. Baixei a revista e vou olhar com calma o conteudo. abraço,

  3. railer disse:

    boa, zé, realmente é muito fácil tomar decisões assim, quando não se vai ter responsabilidade em cima delas. falta de visão é um grave problema.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: