ARM na briga para equipar netbooks

HTC Magic

HTC Magic

A chegada dos netbooks ou mininotebooks, com mais de 15 milhões de unidades vendidas em 2008,  mostra uma outra face da competição em um mercado riquissimo e promissor.  Smartphones, netbooks, celulares incrementados, a tecnologia avança no rumo da convergência digital. Mas, afinal, que tipo de processador vem nas entranhas desses dispositivos, principalmente dos telefones? Com toda a certeza, não são e não podem ser os mesmos processadores dos computadores e notebooks, que consomem muita energia e seriam um desastre para as baterias dos telefones. A briga ai é outra, um mercado imenso, onde a Intel  não entrou, e nem é o foco deles (ainda).

A empresa britânica ARM é quase que  dona absoluta desse mercado. Eles produzem os projetos dos chips e os repassam para os fabricantes de celulares, dos mais simples aos mais sofisticados. No mercado dos netbooks, a Intel começou bem com o processador ATOM, que equipa a esmagadora maioria dessas máquinas. Mas, isso por pouco tempo, a ARM prepara a sua entrada ai também, acompanhada pela plataforma Google Android, que já roda em seus processadores nos smartphones e celulares mais sofisticados.  O mercado estima que a dobradinha Google-ARM vai incomodar e muito a dobradinha Microsoft-INTEL.

A ARM projeta e desenvolve os processadores de baixo custo e baixissimo consumo de energia, e repassa os projetos aos fabricantes finais de chips que vão equipar celulares, aparelhos de MP3, videogames e TVs de bolso. Seu faturamento vem dos royalties pagos pelos fabricantes de chips  para usarem seus projetos, que em 2008 foi por volta de 400 milhões de dólares. Os números são de impressionar: 9 entre 10 celulares utilizam chips projetados pela ARM, e 25% dos processadores utilizados no mundo todo são baseados em seus projetos.

A entrada da ARM no segmento dos  netbooks é questão de pouquissimo tempo, pois esses filhotes de notebook cairam no gosto popular pelo seu baixo custo e longa duração da carga da bateria, abrindo um mercado ainda não dimensionado. Seu preço fica muito perto e até abaixo dos smartphones, e tendo rede por perto, eles podem ser usados como telefone via Skype, por exemplo. Para esse segmento, o famoso termo Intel inside tende a mudar…

(este artigo foi escrito por zeluisbraga, e postado no meu blog zeluisbraga . wordpress . com) (this post is authored by zeluisbraga, published on zeluisbraga . wordpress . com)

Anúncios

Consultor Independente, Treinamento Empresarial, Gerência de Projetos, Engenharia de Requisitos de Software, Inovação. Professor Titular Aposentado, Departamento de Informática, Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais, Brasil. Doutor em Informática, PUC-Rio, 1990. Pós-Doutoramento, University of Florida, 1998-1999

Marcado com:
Publicado em Tecnologia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: