Nike Plus

NY Marathon

NY Marathon

A noticia de que a Nike associou-se à Apple para lançar produtos destinados a esportistas, utilizando o iPod, já não é tanta novidade assim. Mas, agora, o negócio está nas ruas, com implicações interessantissimas. O primeiro passo foi um kit de corrida, com um sensor  que fica debaixo da palmilha do tênis projetado especificamente para esse fim. Esse sensor coleta dados tais como distância percorrida, velocidade e calorias queimadas. Esses dados são transmitidos para um captador de dados também da Apple, que fica conectado a um iPod, onde os dados de cada treino ou corrida são armazenados. A tecnologia já evoluiu substituindo o  iPod por um bracelete da Nike que coleta os dados, ao invés do iPod (aposto que em breve vai estar nos relógios da Nike, ou talvez até nos óculos).

Terminado o treino ou corrida, os dados são transmitidos do iPod, via internet, para o sitio Nike Plus. O corredor se inscreve antes nesse site, adquire uma identificação, e seus dados são transmitidos para a sua área específica, e ficam armazenados lá. O sitio oferece ferramentas para análise dos dados acumulados, gráficos de desempenho, comparativos, categoria, etc. O negócio tem se expandido tanto, que a Nike organiza corridas individuais (estão sendo chamadas de virtuais, mas acho esse nome inadequado), cada um corre no seu canto, e depois lança os dados no sistema, que são comparados com os dados de outros corredores que correram a mesma corrida virtual, como a Human Race realizada em São Paulo e que agora tem uma etapa virtual.

Acho isso tudo fantástico, sob vários aspectos. Não apenas por causa da tecnologia empregada, que é relativamente simples. Mas a idéia, a inovação envolvida em todos os passos, é muito interessante. Prá começar, o segmento de mercado é bem definido, de médio para alto poder aquisitivo, supõe-se que o corredor que vai aderir ao Nike Plus tem grana suficiente para comprar o par de tênis especifico (uns 500 reais, por baixo), mais o chip da palmilha e o receptor da Apple (uns 100 reais), mais o iPod (aí o bicho pegou, mais uns 500 reais se for o iPod Nano). Além disso, o corredor certamente tem computador em casa, acesso a internet, e conhecimento suficiente para fazer tudo funcionar adequadamente, acessar os dados, analisar as planilhas de desempenho, e mais que isso, viajar de vez em quando para participar das corridas presenciais (que ainda vão ser realizadas não sei por quanto tempo) que podem acontecer em qualquer canto do mundo.

Agora, vamos ver pelo lado da Nike/Apple,  o que é que eles ganham com isso? Antes de mais nada, um monte de comprador de tênis e da tecnologia necessária para começar (ou continuar) a suar a camisa. Mas, o mais importante: ganham uma massa de dados enorme, de onde informações valiosissimas podem ser extraidas e usadas para lançamento de novos produtos, novas promoções, novas músicas preferidas pelos corredores (Eye of the tiger, do filme Rocky III, é a preferida atual), distância média percorrida por cada corredor, idade média do grupo, poder aquisitivo, enfim, uma lista infindável de possibilidades e cruzamentos. Que vão levar a novos corredores, novas corridas de rua, novas promoções, levando a um ciclo virtuoso de negócios, onde todo mundo aparentemente ganha.

E vejo ai uma lição importantissima: arranjaram um jeito criativo e fácil de fazer o usuário querer, e muito, fornecer dados corretos para o sitio de coleta e armazenamento de dados. Que, de longe, é um dos maiores desafios do relacionamento das empresas com os clientes… (tem um artigo da revista Exame sobre esse assunto, vale a pena ler, aqui)

(este artigo foi escrito por zeluisbraga, e postado no meu blog zeluisbraga . wordpress . com) (this post is authored by zeluisbraga, published on zeluisbraga . wordpress . com)

Anúncios

Consultor Independente, Treinamento Empresarial, Gerência de Projetos, Engenharia de Requisitos de Software, Inovação. Professor Titular Aposentado, Departamento de Informática, Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais, Brasil. Doutor em Informática, PUC-Rio, 1990. Pós-Doutoramento, University of Florida, 1998-1999

Marcado com: , ,
Publicado em Esporte, Saúde, Tecnologia
6 comentários em “Nike Plus
  1. Levi disse:

    Muito bacana o post, Zé! Com Nike plus ou não acho que tá na hora deu começar a suar a camisa aqui! hehe.

  2. Luana disse:

    Eu tenho um amigo que usa essa parafernalha toda e adora, pq o site acaba virando um tecnico, exercendo o papel de motivador, destacando a evolução do corredor, além de mante um histórico comparativo das corridas, coisa que o povo que corre usa muito (tem gente que fazia no caderninho). Além de tudo, diferente das ferramentas mais comuns de medida, o conjunto da Nike/Ipod é calibrado pelo usuário, incluindo o tamanho da passada real da pessoa como dado, ou seja, a medida das corridas do cara não é um padrão genérico anglo-europeu de contar passos. Muito bem bolado.

  3. railer disse:

    não se você sabe, mas eu e meu amigo alexandre pigatti somos corredores no rio de janeiro. inclusive a human race no brasil será este ano no rio e estaremos lá, com certeza.

    além do que você citou, a nike está promovendo o desafio dos 600k, em que a galera vai correr de sp ao rj, durante 5 dias. pra começar, só podia se inscrever quem tinha o bracelete integrado com o chip e tal. resultado? os caras conseguiram e o produto esgotou nas lojas.

    eu gosto muito de correr com música, inclusive tenha uma versão remix de ‘eye of the tiger’ que me impulsiona nos últimos quilômetros. ainda não cheguei a esta tecnologia toda citada, mas o meu polar f11 é meu frequencímetro e companheiro inseparável dos treinos e corridas. confesso também que, sem dúvidas, sou mais adidas.

  4. Pedro H. G. Fernandes disse:

    Daqui a pouco a gente começa a ver isso por aqui na reta da UFV (não nos estudantes é claro hehe).
    Tem espaço pra muita novidade aí, será que o Ipod já está selecionando a música de acordo com meu ritmo de corrida? E ligando pro meu médico (se for um Iphone) no caso de problemas? Esse último não seria tão difícil acontecer devido ao nível de ociosidade, tá feia a coisa!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: