Pensar fora da caixa e a inovação

images

Abra a caixa

Pensar fora da caixa já se transformou em uma daquelas expressões repetidas aos montes, mais uma buzzword.  Acredito que na maioria das vezes, ela é usada apenas para dar um ar de modernidade no que está sendo falado, sem que seu usuário tenha parado para pensar sobre o que significa de fato a expressão.  Mas, afinal, o que é mesmo pensar fora da caixa?

A tendência do ser humano é atingir uma zona de conforto, e não querer sair dela nem por decreto. Nesse estado ou situação, as coisas seguem um ritmo mais ou menos previsivel, sob (algum) controle, nosso planejamento tende a funcionar melhor, ficamos menos sujeitos a imprevistos e situações “desagradáveis”. Em poucas palavras, nós seres humanos somos muito adeptos da rotina, do esperado, do previsível. Em uma postagem mais antiga: Risco, incerteza e seus impactos, falei um pouco sobre a questão sob o ponto de vista do livro The black swan (A lógica do cisne negro).

Inovar significa fazer coisas rotineiras de maneira completamente inusitada, melhorando a forma de fazer e seus efeitos. Não faltam exemplos de inovações que causam ou causaram impacto pelo mundo afora: computador, máquina fotográfica digital, Kindle, mp3, iPhone, iPad, Google, Android…, para ficarmos apenas na área de tecnologia.  Inovação acontece em duas etapas: criatividade e realização. Para sermos inovadores, temos que ser criativos, e muito criativos, para conseguir enxergar novas maneiras de fazer o mesmo de sempre, de antecipar o futuro e criar soluções para seus problemas, etc. Mas não se esqueçam, a capacidade de realizar a criatividade, colocar a idéia na rua na forma de protótipo, produto, processo ou outros, é tão fundamental quanto a criatividade.

Sair da mesmice, deixar a mente viajar, atiçar a curiosidade e a criatividade, ler livros fora da sua área de conhecimento, conversar com pessoas de outras áreas e tendências, artes, música, escrita, palestras, viagens, tudo aguça e melhora nossa capacidade de criar. Mas…se não estivermos dispostos a sair da zona de conforto, não vamos conseguir enxergar nada além do que ela permite, não conseguimos pensar fora da caixa, sair da caixa. E ai eu li uma postagem de blog muito interessante, 11 ways to think outside the box, que me motivou a escrever sobre esse assunto.  A lista das 11 dicas para ajudar a pensar fora da caixa: -estude outra área ou indústria; -aprenda sobre outra religião (supondo que você tenha alguma…); -assista a uma boa aula ou palestra (fora da sua área); -leia um livro ou romance sobre um assunto inusitado ou desconhecido para você; -escreva uma poesia; -faça um desenho diferente, ou pinte um quadro; -ponha as coisas de cabeça para baixo; -trabalhe do fim para o começo (comece pensando que as idéias já estão implementadas); -peça ajuda a uma criança (essa funciona, eles são mais criativos, ainda não estão dentro de caixa nenhuma); -não evite a aleatoriedade, adote-a como parceira; -tome um banho frio…

Comece logo, sua oportunidade pode estar logo na sua frente, e você tem que estar preparado para enxergá-la. O acaso não existe…

(este artigo foi escrito por zeluisbraga, e postado no meu blog zeluisbraga . wordpress . com) (this post is authored by zeluisbraga, published on zeluisbraga . wordpress . com)

Anúncios

Consultor Independente, Treinamento Empresarial, Gerência de Projetos, Engenharia de Requisitos de Software, Inovação. Professor Titular Aposentado, Departamento de Informática, Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais, Brasil. Doutor em Informática, PUC-Rio, 1990. Pós-Doutoramento, University of Florida, 1998-1999

Marcado com: , ,
Publicado em Carreira, Empreendedorismo, Inovação
4 comentários em “Pensar fora da caixa e a inovação
  1. Ivo disse:

    Ótimo post Zé!

    Quando eu penso em o que leva as pessoas a “pensar fora da caixa” eu penso em motivação. Pensando em motivação eu li esse post da tribo do mouse (blog que sou fã): http://www.tribodomouse.com.br/2010/03/esqueca-o-que-te-disseram-sobre.html

    Parar para enxergar as coisas do dia a dia de forma diferente já é algo difícil. Enxergar e ter força de vontade para conseguir lutar até o fim e mudar o cotidiano (seja no trabalho, nos estudos, em casa ou em assuntos particulares) é algo muito mais complicado…

    Abraço

  2. pganns disse:

    Oi Zé,

    Eu ia escrever algo parecido, mas você já colocou o principal sobre o tal “pensar fora da caixa”.

    []s

    PGC

    • Acho que você deveria escrever de qualquer forma. Neste caso, quanto mais esse assunto for apresentado sob ângulos diferentes, melhor. É uma quebra de cultura, tem que ser lido, relido, falado, refalado, escrito e reescrito quantas vezes forem necessárias. abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: