Connemara Loop

(PLEASE FIND BELOW AN ENGLISH VERSION OF THIS POST) Aproveitando a estada aqui na Irlanda, estamos dando umas voltas no interior do país, para conhecer um pouco mais da cultura local. Sábado esticamos até a região de Galway, que é uma cidade que fica na costa oeste do pais, no Atlântico Norte, a uns 214km de Dublin que fica na costa leste (ou seja, o país tem, nesse ponto, 214km de costa a costa).  Galway tem 80000 habitantes, e uma estrutura de fazer inveja à maioria das cidades que eu conheço. Aeroporto internacional, muitas indústrias, porto, plaza shoppings, ruas muito bem sinalizadas, enfim, tudo o que uma cidade rica, organizada e bem administrada pode e deve ter.

Saimos de Galway e fomos para uma região mais tradicional da Irlanda, onde se fala a lingua nativa do pais, o irish, uma língua completamente incompreensivel para nós, a origem é outra. Até algumas placas indicativas de trânsito estão escritas exclusivamente em irish. A região é muito bonita, toda plana (todo o pais é muito plano), beirando o Atlântico com suas praias de pedras, muito pouca areia. Fizemos o Connemara Loop, um circuito circular como o próprio nome já diz, passando por vários sitios preservados e muito bonitos. O foco do passeio é o Kylemore Abbey, uma abadia restaurada por freiras da ordem Beneditina, que chegaram a Irlanda em 1920 depois que abadia delas em Ypres-Bélgica foi destruida na Primeira Guerra Mundial. Do lado da abadia, tem também uma igreja estilo gótico da época, restaurada por elas. O povo continua simpático e solicito (vejam o mapa do loop aqui).

Também na região de Galway foi filmado parte do filme Leap Year (significa ano bissexto, o filme recebeu o nome de Casa Comigo em português), que promoveu a região internacionalmente. A lógica do filme se baseia num costume irlandês, de que no dia 29 de fevereiro a mulher pode pedir o homem em casamento… Parecido com o nosso Baile da Cebola no interior de MG, onde as mulheres podem tirar os homens para dançar. Foi todo ambientado nas Aran Islands, na costa de Galway, na mesma região do Connemara Loop.

Vejam abaixo uma foto da abadia, muito grande para ficar ai do lado do texto. Se vierem algum dia a Irlanda e tiverem tempo, recomendo esse passeio. Pertinho de Dublin, barato de fazer.

Kylemore Abbey

ENGLISH VERSION

Taking advantage of our stay in Ireland, we took some time to stroll around its stunning landscape, to become acquainted with their rich culture, history and legends. In a Saturday we took the road to the Galway region, which is a large city on the West coast of the country, in the North Atlantic, about 214 km away from Dublin, that is located  on the East Coast (that means the country has, at this point, 214 km from coast to coast). Galway has 80000 inhabitants, and a structure to envy to the most cities I know. International Airport, many industries, sea port, plaza malls, streets very well flagged, in short, everything a rich, organized and well managed city can and must have.

We left Galway and went west to a more traditional region of Ireland, where  the irish is still spoken and kept as part of the region culture. That  language is completely incomprehensible for us, it bears no relationship with latin languages. Even some traffic signs are written exclusively in irish. The region is very beautiful, the landscape is mostly flat (as is the largest part of Ireland), bordering on the Atlantic with its stone beaches, quite different from our beaches in Brazil. We traversed the Connemara Loop, a circular circuit as its name implies, going through several well preserved and awesome sites.  The focus of the tour is the Kylemore Abbey, an abbey restored by nuns of the Benedictine order, which arrived in Ireland in 1920 after their Abbey in Ypres-Belgium was destroyed in World War I. By the abbey side there is a beautiful Gothic style church, restored by them (unfortunately it was closed for restoration at the time we went there). The people kept being nice and we felt at home (see the Connemara Loop map here).

Also in the area of Galway was produced part of the film Leap Year (translated as Casa Comigo in Portuguese), which promoted the region internationally. The logic of the film is based on an Irish custom, that on February 29 a woman can propose marriage to the man they love. Like our Onion Ball Party in Brazil, where women can take men to dance. The film was produced on the Aran Islands, off  the coast of Galway, in the same region of the Connemara Loop.

See below a photo of the Abbey, very large to stay pinned on the side of the text. If you have the opportunity to go someday to Ireland and if you have spare time, I would strongly recommend this tour to you. Very close to Dublin, cheap and beautiful.

(posted by José Luis Braga, on my blog zeluisbraga . wordpress . com, January 10th, 2011)

Consultor Independente, Treinamento Empresarial, Gerência de Projetos, Engenharia de Requisitos de Software, Inovação. Professor Titular Aposentado, Departamento de Informática, Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais, Brasil. Doutor em Informática, PUC-Rio, 1990. Pós-Doutoramento, University of Florida, 1998-1999

Marcado com: ,
Publicado em Dicas, Filmes, Viagem

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: