TINNITUS

O título da postagem está com letras maiúsculas, para deixar bem claro o enorme respeito que tenho por essa palavra e pelo que ela significa. Sabem aquele zumbido “fininho”, agudo, que a gente “ouve” principalmente a noite, quando tudo se acalma e o silêncio possível toma conta? parecendo um zumbido de cigarra, longe, bem baixinho? então, isso é o tinnitus, e é ele que vai merecer esta postagem.

Com o tempo, devido principalmente ao nível de ruído a que a gente é submetido nas atividades diárias, esse zumbido tende a aumentar, a ponto de ficar dominante (pode também ser causado por um monte de outros agentes). E é desse mal que eu estou sofrendo de uns tempos para cá, me juntando a estimados 17% da população do planeta: TINNITUS. Barulho irritante, o dia todo zumbindo, de vez em quando some, de vez em quando aumenta, se esfria o tempo o barulho diminui mas pode aumentar, e por ai vai, sem controle e sem solução. E a percepção dele piora à noite, quando o silêncio ganha a batalha contra o barulho do dia. De madrugada, nem comento, parece que a cabeça está dentro de um vespeiro, para conseguir dormir novamente, tem que ligar a TV, ou então um bom rádio de ondas curtas sintonizado em uma estação qualquer.

Já li de tudo, já consultei especialistas, a conclusão é fatal: não tem cura. Estudos mais recentes, teorias não testadas, apontam para outras causas possiveis, vejam aqui. Pode acontecer de, dependendo da causa, o zumbido ser amenizado. Se, por exemplo, for causado pelos maxilares deslocados com o tempo pela mastigação errada, ou também por bruxismo, uma placa  acrílica moldada especialmente para a sua arcada superior por um dentista, utilizada quando for dormir, dá algum alívio vez por outra. No meu caso, funciona de vez em quando. Acupuntura também deu certo por uns tempos, tenho que voltar a fazer com foco específico no tinnitus, pode dar certo novamente.

A melhor defesa que a gente tem é a informação. E na internet, temos informação de todo tipo e qualidade sobre qualquer coisa, basta procurar. Parece que uma das causas do mundo moderno é o excesso de barulho por um longo período. E o mundo moderno nas cidades está lotado de barulhos, tanto que as pessoas passaram a usar fones de ouvido para ouvir música tocada em celulares ou aparelhos específicos, o dia todo e em qualquer lugar. Dependendo da altura do som, essa pode ser uma das causas do tinnitus para as gerações futuras.

Infelizmente, nem dentro do meu local de trabalho na universidade, que deveria proporcionar um mínimo de sossego para trabalhar, o silêncio existe. Obras intermináveis, carros com som ligado, cachorro latindo, buzina de carro, motos voando baixo sem escapamento, estacionamento de supermercado que funciona dentro do campus logo debaixo da janela da sala que ocupo, alunos conversando na sala de aula e obrigando o professor a falar cada vez mais alto chegando a níveis inaceitáveis de esforço das cordas vocais, e por ai vamos.

(este artigo foi escrito por zeluisbraga, e postado no meu blog zeluisbraga . wordpress . com) (this post is authored by zeluisbraga, published on zeluisbraga . wordpress . com)

Anúncios

Consultor Independente, Treinamento Empresarial, Gerência de Projetos, Engenharia de Requisitos de Software, Inovação. Professor Titular Aposentado, Departamento de Informática, Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais, Brasil. Doutor em Informática, PUC-Rio, 1990. Pós-Doutoramento, University of Florida, 1998-1999

Marcado com: ,
Publicado em Saúde, Social
3 comentários em “TINNITUS
  1. Varejão disse:

    Zé, eu tenho Tinnitus, há muito tempo. E não é baixo não. Aprendi a ignorar, quase sempre consigo. Se ficar prestando atenção o trem atrapalha mesmo. E tem tempos que aumenta o volume. Acho que no meu caso tem mesmo a ver com maxilar e mordida, estou correndo atrás de resolver/amenizar isso..

  2. Diego disse:

    Zé,
    Vc nem imagina como me ajudou com este post. Mas a dica é essa mesmo, temos q aprender a ignorar, conviver com esse mal. Infelizmente e exatamente hj está difícil, rsrsrs. Boa sorte aí! Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: