Fantasma da Ópera

boys Essa postagem está na fila desde o final de 2010. Mas, como é sobre a peça O Fantasma da Ópera, que é atemporal e histórica, ela poderia ficar na fila até por bem mais tempo. Em dezembro de 2010, passamos uns dias na fantástica cidade de Londres (em breve postagem homenageando Londres) e, claro, não poderiamos nunca deixar de assistir a essa peça que já completa um quarto de século em cartaz, vejam aqui. Isso mesmo, a peça tem 25 anos de encenação, por grupos diferentes, e em todo canto do mundo.

Assistimos no histórico Her Majesty´s Theatre, uma fantástica casa de espetáculos inaugurada em 1705,  onde a peça está em cartaz desde Outubro de 1986! Como podem perceber, tudo com tempo longo, peso histórico em tudo, desde a rua onde está situado o teatro até o interior do mesmo, as poltronas, a organização, tudo tem cheiro e jeito de antiguidade. Poltronas e locais onde, certamente, já se sentaram figuras históricas e que influenciaram a história do mundo. Com um detalhe: funcionários do teatro todos vestidos a caráter, roupas da época, muito chique.

Essa montagem da peça é da The Really Useful Theatre Company Ltd., estrelada por John Owen-Jones, Sofia Escobar, Will Barrat, e vários outros. A música é nossa conhecida e já popularizada, autoria de Andrew Lloyd Weber, procurem no YouTube, certamente vocês vão se lembrar. O tema da peça é uma estória de amor e traição, muito emocionante e completamente dificil de ser descrita em palavras. Cada um tem que sentir com suas próprias emoções, mas posso garantir que é fantástico.

A gente sai do teatro com aquela sensação de que ficou faltando alguma coisa, que precisava ver mais e talvez voltar mais vezes. Aliás, esse é um ponto: tem que voltar para ver de novo, pois a primeira vez é muita surpresa e emoção juntas, a gente não consegue prestar atenção a todos os detalhes. Sem contar que o inglês é o clássico, mais carregado, muita coisa escapa dos ouvidos. Para quem já mora por lá há mais tempo, é mais fácil. Mas, para turistas como nós e  a esmagadora maioria dos espectadores, recém-chegados e ainda tontos com o choque cultural, muita coisa deixa de ser entendida.

Fica a dica, tendo oportunidade, vale muito a pena assistir. Pena é que é lá em Londres, mas a peça já foi transformada em filme, e está disponivel em locadoras.

 

(este artigo foi escrito por zeluisbraga, e postado no meu blog zeluisbraga . wordpress . com) (this post is authored by zeluisbraga, published on zeluisbraga . wordpress . com)

Anúncios

Consultor Independente, Treinamento Empresarial, Gerência de Projetos, Engenharia de Requisitos de Software, Inovação. Professor Titular Aposentado, Departamento de Informática, Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais, Brasil. Doutor em Informática, PUC-Rio, 1990. Pós-Doutoramento, University of Florida, 1998-1999

Marcado com:
Publicado em Arte, Educação, Musica
Um comentário em “Fantasma da Ópera
  1. railer disse:

    sinceramente não tenho paciência para o fantasma da ópera. acho chato, músicas ruins e história fraca.

    quanto estive em londres vi foi ‘we will rock you’, musical só com canções do queen. recomendo muito!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: