Críticas, respeito e valores

Vai uma postagem meio “raivosa”, vejam que a tag ZeRaivoso reapareceu depois de muito tempo no limbo. Tenho observado, nas redes sociais de que participo, principalmente Facebook, vários escritos e shares criticando de maneira jocosa e desrespeitosa figuras públicas de nosso país, que representam instituições sem as quais o Brasil já estaria derrubado no chão. Entendo que nem sempre as decisões de cima agradam a todos, e os nossos dirigentes supostamente não estão no poder para tomarem decisões que agradem a todos. Eu me lembro bem de um ex-professor da UFV já falecido, por quem tenho enorme respeito, comentou certa vez: “XXXX veio comentar comigo que foi reeleito para Diretor de Centro pela quarta vez, e que isso indica que ele tem sido um bom dirigente. E eu respondi que não, que era o contrário, ele deve ter sido uma porcaria de um administrador que não desagradou ninguém, somente agradou”. Na sua simplicidade e franqueza, falou tudo!

imagesMas, tenho visto brincadeiras e enorme falta de respeito e valorização com nossas instituições. Afinal de contas, dona Dilma é nossa presidente, eleita por voto, pode até ser criticada, mas com o devido respeito, afinal ela representa o nosso país. A mesma observação vale para Lula, FHC, ministros do STF principalmente seu presidente atual, etc. Nós, cidadãos, não temos a menor ideia sobre como as decisões são tomadas, como são as pressões externas, o enorme volume de informação e de variáveis que afetam as decisões. Se você não concorda, então o correto é fazer uma crítica construtiva, bem fundamentada, respeitosa, e tornar pública a sua opinião, mantendo o respeito institucional. E use seu poder do voto e sua capacidade de persuasão para mudar as coisas.

E isso tem efeitos péssimos, com ou sem razão: não respeitamos a polícia, não respeitamos os dirigentes, não sabemos respeitar opiniões, não respeitamos sinais de trânsito, placas de trânsito, parada em cruzamentos, e vamos por ai afora. E vemos o ocorrido na semana passada, em que um bando de mais ou menos 50 pessoas tenta invadir o STF em Brasilia, e depois marcham rumo ao Palácio do Planalto, sede do nosso governo, e chegam muito perto da rampa do Palácio. Fico pensando um grupo desses tentando fazer a mesma coisa na Casa Branca, em Washington, o que vocês acham que teria acontecido?

Pensando sistemicamente, estamos caminhando a passos rápidos para uma situação de colapso e ruptura social. E para mim, tudo é orquestrado com muita competência, temos que reconhecer. Lá adiante, situação no máximo de desrespeito e descontrole, vai certamente aparecer um grupo salvador que vai ser ungido eternamente como a grande solução. Com “novas e brilhantes” ideias. Informem-se, tenham senso crítico, estamos sendo engulidos e estamos concordando com tudo. E a informação está mais que disponível, leiam tudo e formem seu próprio modelo, e fujam das críticas vazias, destrutivas e  sem contribuição.

(José Luis Braga, MEI, Treinamento em Informática) (este artigo foi escrito por zeluisbraga, e postado no meu blog zeluisbraga . wordpress . com) (this post is authored by zeluisbraga, published on zeluisbraga . wordpress . com) (from Viçosa, MG)

Anúncios

Consultor Independente, Treinamento Empresarial, Gerência de Projetos, Engenharia de Requisitos de Software, Inovação. Professor Titular Aposentado, Departamento de Informática, Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais, Brasil. Doutor em Informática, PUC-Rio, 1990. Pós-Doutoramento, University of Florida, 1998-1999

Marcado com:
Publicado em Educação, Social, ZeRaivoso

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: