Contradições, ninguém entende mais nada…

Em lógica proposicional, uma sentença com o formato (p ^ ~p), leia-se “(p e (não p)), representa uma contradição: uma proposição não pode ser verdadeira e falsa ao mesmo tempo. Ou seja, a sentença do português “(eu estou vivo) e (eu não estou vivo)”  é contraditória, será sempre falsa. Sistemas que têm contradições embutidas são inconsistentes, e sistemas inconsistentes não são confiáveis a princípio, são capazes de gerar besteiras a qualquer momento. Claro que lógica matemática é uma coisa, e mundo real é outra coisa bem diferente. Não dá simplesmente para trazer a lógica para o mundo real e achar que este último vai ser governado pela lógica, sempre. A ambiguidade da nossa linguagem favorece o aparecimento de inconsistências, e estamos preparados para lidar com elas.  Mas, algumas propriedades lógicas são desejáveis no mundo real, e consistência é a principal. 

Um presidente vem e privatiza um monte de estatal, dizem que vendeu o Brasil. Depois vem o governo seguinte, privatiza aeroportos e estradas, mas isso segundo eles não é privatização, isso é outra coisa. Nossa maior empresa estatal tem dívidas, quedas na bolsa, decisões desastradas e inexplicadas, embora produza muito. Mas, segundo o governo, não é nada disso, é a nossa mania de olhar sempre o lado negativo das coisas. Dizem que aumentaram o tamanho da classe média brasileira, mas eles mesmos definem o que é classe média e a faixa de salário da mesma, aí é muito fácil. Transposição do rio São Francisco vai continuar, para levar água a regiões secas do nordeste.  Mas ignoram os efeitos sistêmicos que qualquer mudança em vazão possa trazer ao ecosistema natural do rio, exemplos não faltam, o rio Colorado nos EUA é o mais visível. Nosso PIB abaixo de 1% perdendo feio para os países menos desenvolvidos do mundo, mas dizem que não é bem assim, que está tudo muito bem e sob controle. Só que o desemprego está aumentando, a indústria parou de investir no país, 2015 vai ser um ano duro. Seguraram o aumento da energia elétrica para não ter impacto na inflação, fizeram intervenção em um setor que era altamente regulado pelas regras da economia, os investimentos privados foram paralisados, por falta de confiança nas regras do setor. Um candidato construiu aeroporto na fazenda do titio, mas diz que não foi bem assim, que foi para melhorar a região, mas não explica porque escolheu exatamente aquela região sendo que o estado tem várias outras melhores e mais merecedoras de um aeroporto regional. Um candidato diz na TV que se for eleito, vai re-estatizar tudo o que foi privatizado, e vai usar os recursos gerados para financiar o crescimento do país. Mas não falou de onde vai sair o dinheiro para re-estatizar tudo. Dizem que a inflação está sob controle, mas de fato não está tanto assim, basta ir ao supermercado mensalmente para constatar que ela está batendo no bolso de todo mundo, ou então acompanhar pela variação de preços de barbeador descartável, passou de barato a carissimo em muito pouco tempo. Roubos e assaltos nas ruas de todas as nossas cidades se transformaram em rotina, já fazem parte do cotidiano e ninguém presta muita atenção neles. Mas, dizem que a culpa é da sociedade, dos anúncios na TV que induzem aos roubos. Malandros presos falam descaradamente na TV que vão para a cadeia para um descanso, comer de graça, que em breve vão estar soltos fazendo tudo de novo, mesmo sendo culpados de estupros e outras desgraças. O infeliz que pega o volante de um carro, completamente bêbado, atropela e mata um monte de gente, é acusado de homicidio culposo (sem intenção de matar), crime leve, porque a lei faculta o teste do bafômetro e no final não se consegue provar quase nada. Falta água nas grandes cidades, nove estados estão sendo afetados, e nenhum administrador de nenhum dos estados tinha pensado que isso poderia ocorrer. Claro, a culpa é do clima maluco, mas o desperdício pelas tubulações que jogam água fora, pelo mau uso feito pela população, piscinas residenciais, lava rápido para manter os carros limpos, banhos nos bichos de estimação, etc., poderia ser melhorada com ação de conscientização promovida pelos governos em todos os níveis, e talvez pela cobrança pesada pela água consumida. O governo participa da aliança de anêmicos econômicos do Mercosul, mas o poder de compra e o dinheiro está todo no hemisfério Norte. O maior grupo educacional privado do mundo, o grupo Kroton, é brasileiro e tem 1.500.000 alunos, mas a esmagadora maioria dos jovens e das famílias não consegue pagar pelo ensino privado nem usando o FIES. O famigerado Mensalão foi julgado pelo STF e envolvidos foram condenados, mas falam que ele não aconteceu de jeito nenhum. Temos trinta e nove ministérios, maioria criado para atender a alianças políticas, e raros deles prestam um serviço decente, mas todos consomem muitos recursos escassos que poderiam ser mais bem empregados.   Uma candidata a presidente fala que sua oponente recém-entrada na disputa por um capricho do destino não tem condições de governar o país porque não tem experiência; mas ela, que tem experiência, provocou esse desastre a que estamos assistindo. Cada governo que aparece muda tudo o que anterior fez, não aproveita nada de nada, veste uma roupa nova nos programas que acha conveniente manter, que mudam de nome e passam a ser programas do novo governo, sem que reconheçam a relação com o anterior, porque pega mal reconhecer o valor de presidentes de outros partidos, são inimigos. Trocam toda a assessoria política e técnica do governo anterior, e começamos tudo de novo. Ou seja, estamos sempre começando, sempre em terreno pantanoso, sem garantia de nada. Nosso parlamento (câmara e senado) que deveria ser a garantia de continuidade, de cobrança de ações coordenadas e de execução de planos estratégicos de longo prazo, não consegue se organizar e passou a ser palco de gozação e de incompetência generalizada, corrupção, com raras exceções. Ninguém acredita neles. Candidatos estão tentando fazer campanha criticando os governos passados ou o atual, mas não apresentam nenhum plano razoável para melhorar as coisas. Nem para a área de educação em qualquer nível, estratégica para que o país avance em produtividade!

Ufa, cansei de escrever, e ainda falta muito. A intenção aqui foi apenas fazer um descarrego e um desabafo em cima das enormes contradições que nos cercam, constatando o que todo mundo já sabe: o discurso político é inconsistente. E as eleições presidenciais estão logo ali, será que alguma coisa vai mudar? Algum candidato tem uma proposta decente, viável, de melhoria para o país? E os governadores e prefeitos, têm algo a dizer? E já perdemos a Copa, e agora?

(este artigo foi escrito por zeluisbraga, e postado no meu blog zeluisbraga . wordpress . com) (this post is authored by zeluisbraga, published on zeluisbraga . wordpress . com) (from Viçosa, MG)

Consultor Independente, Treinamento Empresarial, Gerência de Projetos, Engenharia de Requisitos de Software, Inovação. Professor Titular Aposentado, Departamento de Informática, Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais, Brasil. Doutor em Informática, PUC-Rio, 1990. Pós-Doutoramento, University of Florida, 1998-1999

Marcado com:
Publicado em Opinião, Reflexões, ZeRaivoso
5 comentários em “Contradições, ninguém entende mais nada…
  1. Flávio O. S. disse:

    Eu também gostaria de ver uma disputa de propostas ao invés da disputa entre pessoas. Onde estão os projetos?

  2. daniellainacio disse:

    Fico até sem palavras para elogiar um texto tão bom!
    Zé, você conseguiu colocar no “papel” a minha indignação e a indignação de muita gente.
    Parabéns!!!!

  3. daniellainacio disse:

    Republicou isso em Blog da Rosinhae comentado:
    Simplesmente genial. Zé conseguiu colocar no “papel” a minha indignação.
    Vale a pena a leitura.

  4. Luiz Carneiro disse:

    Zé, parabéns por mais este post. Você resumiu o sentimento que todos nós, pessoas de bem, estamos sentindo. Tenho há algum tempo refletido sobre quais seriam nossas alternativas para um Brasil melhor. Em todas as alternativas eu sempre esbarro nos atuais políticos, corruptos e inescrupulosos. Temos que passar este país a limpo e tem que ser já. Não dá para continuarmos a eleger este mesmo tipo de gente eleição após eleição. Sou pela renovação completa em todos os níveis.
    Abraços… tenho saudades da nossa época de UFV

    Luiz Carneiro

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: