2014, mais um ano que passou rápido

glowing-2015-vector-free_23-21474989962014 foi mais um ano bom, embora para muitos pareça que não. Quem soube aproveitar, aprendeu muitas lições. Mais uma vez, a corrupção dominou o cenário das noticias no Brasil, parece que é uma coisa endêmica, as origens estão bem contadas nos excelentes 1808, 1822 e 1889 escritos pelo Laurentino Gomes, se ainda não leram, saibam que estão perdendo uma excelente oportunidade de entenderem melhor nosso país, seus governantes e seus habitantes. Parti para as leituras “boas” do meu ponto de vista, fui tentar superar minha ignorância vencendo muitas pendências de conhecimento político e social, li um monte de livros de bons autores, tanto liberais quanto não-liberais. E vou continuar lendo, a lista é interminável, foram tantos livros que não consegui comentar todos aqui no blog, estou devendo isso aos leitores. Seguramente, foram mais de 20 livros, quase todos marcantes na formação de minhas opiniões.

Aproveitei também para fazer uma enorme limpeza nas minhas conexões nas midias sociais de que participo. Principalmente na época das eleições presidenciais, vi tanto besteirol, tanta gente mandando adiante besteira pura, sem qualquer conteúdo de informação, isso me incomodou demais. Eu não consigo admitir que um cidadão que teve acesso ao estudo até o doutorado, chegando a uma parcela ínfima da nossa população que teve esse privilégio, venha para as redes sociais falar asneira sem tamanho, sem análise crítica, sem uma opinião embasada. Isso é querer piorar o que já é muito ruim, não tem nada de construtivo.  Pior ainda, boa parte dessas pessoas hoje é professor em universidade pública, o que me fez pensar também em como devem estar as salas de aula, doutrinação politica pura e simples, sem preocupação em formar o bom cidadão pensador e com ideias livres.  Tenho pena dos alunos! Quem não consegue pensar livremente, não consegue por consequência formar pensadores livres, com competência para adquirir conhecimento por conta própria e ter espírito crítico e honesto.

Algo muito positivo aconteceu em 2014: tomamos conhecimento de muita sujeira que anda acontecendo no país, corrupção, desmandos com verbas públicas, quadrilhas de corruptos e corruptores destruindo a reputação de empresas públicas que são nosso orgulho, aparelhamento do estado,  decisões tendenciosas e coloridas de nossas cortes mais altas. O cidadão comum teve oportunidade de conhecer tudo isso, se informar e, espero,  ter um espirito crítico melhor. Começando pela onda de protestos e vandalismo que sacudiu a sociedade, depois  pela Copa do Mundo quando vimos mais um exemplo de descoordenação e falta de gerência.  Depois passando pelas eleições presidenciais e por todo o besteirol despejado pela militância dos candidatos principais, o que ajudou muito a enxergar mais claramente o interesse puro e simples em tomar o poder, foi uma luta pelo poder e nada mais. Não vi um projeto de país, que nos permitisse enxergar com clareza os próximos cinco anos, por exemplo. E nosso país entrando na descendente, até chegarmos onde chegamos hoje, será que foi tudo planejado? Como podem ser tão irresponsáveis?

A vida só vale a pena se nós, seres humanos, soubermos aproveitar as lições que ela nos oferece. Que aparecem a cada minuto e em cada esquina, temos que saber enxergar e entender imparcialmente cada situação, e melhorar nossa visão de mundo a cada lição. O ser humano tem a capacidade de aprender, de construir mentalmente modelos de mundo próprios, que são nosso filtro da realidade, que nos ajudam a continuar vivendo.

Feliz Ano Novo, 2015 está prometendo muitas lições novas, e muitas oportunidades de aprendizado. Olho vivo!

(este artigo foi escrito por zeluisbraga, e postado no meu blog zeluisbraga . wordpress . com) (this post is authored by zeluisbraga, published on zeluisbraga . wordpress . com) (from Belo Horizonte, MG)

Consultor Independente, Treinamento Empresarial, Gerência de Projetos, Engenharia de Requisitos de Software, Inovação. Professor Titular Aposentado, Departamento de Informática, Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais, Brasil. Doutor em Informática, PUC-Rio, 1990. Pós-Doutoramento, University of Florida, 1998-1999

Marcado com:
Publicado em Reflexões
Um comentário em “2014, mais um ano que passou rápido
  1. Paulo S. disse:

    2015, e lá vamos nós!
    Abraços.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: