Rádio FM no celular?

Acho que já comentei aqui que ainda gosto de ouvir rádio. Eu e mais um monte de aficcionados, temos até a turma do Philco Transglobe,  um dos marcos da indústria do rádio e que apaixonou gerações. O que eu tenho, presente do meu saudoso pai Juca, é semelhante ao da direita ai no site. É mania mesmo, mas cada vez mais difícil de manter, porque pegar ondas de rádio hoje, só mesmo se for na roça, longe das interferências do mundo real. Na cidade, difícil achar um local que dê uma boa recepção de ondas médias ou curtas, só FM.

IMG_20150811_164809256Bom, não é segredo para ninguém que os telefones celulares e smartphones têm nativo, na sua placa, um receptor de rádio FM, que exige um fone de ouvido plugado nele, que funciona como antena externa. A recepção é sempre local, como toda estação FM. Mas funciona muito bem, recepção limpa, e não depende de wifi ou da rede do seu provedor de telefonia. Por exemplo, eu gosto de ouvir notícias nacionais na CBN ou na BandNews,  e tenho a opção de ouvir via streaming na internet, ou se estiver em Belo Horizonte ou outra cidade grande, usando o receptor de FM do telefone ou de algum radinho de pilha que ainda tenho guardados como relíquias. Se optar por ouvir via streaming, aí tenho mais um mundo de opções de boas rádios tanto nacionais quanto de outros países, ótimo para treinar o ouvido num inglês ou em espanhol. É uma verdadeira viagem pelo mundo.

Nos EUA, por interferência das operadoras de telefonia celular e da FCC – Federal Communications Comission, a placa de FM da maioria dos celulares é desativada! Se quiser ativar, tem que solicitar explicitamente ao seu provedor de telefonia. Alguns fabricantes como Motorola e HTC vendem seus aparelhos com o receptor de FM ativado, mas Apple, LG e Samsung não fazem isso. Nos bastidores, mais uma briga de interferência no direito de o consumidor fazer o que bem entender com seu aparelho. As operadoras querem mais é vender acesso a rádios na web, o que significa aumentar o tráfego em seus planos de dados, que já são usados para música e vídeos. E usar o receptor FM dos aparelhos significa a possibilidade de ouvir a rádio da sua escolha fora da rede de telefonia. Já é uma briga de grandes envolvendo regulação federal e tomada de posição pelos dois maiores partidos de lá. Vejam a notícia na revista Smithsonian Magazine, a história está lá com detalhes, e em vários outros sites.

Aqui no Brasil não existe ainda mais esta interferência do governo na vida privada do cidadão. Mas, da mesma forma que Amos Genish, CEO da Telefonica, acusou o WhatsApp de pirataria porque usa a rede wifi para fazer ligações telefônicas, e as operadoras de canais de TV pagos querem enquadrar o Netflix, não vai demorar muito para quererem também meter a colher neste assunto, seguindo o péssimo exemplo regulatório dos EUA. Tem base?

(este artigo foi escrito por zeluisbraga, e postado no meu blog zeluisbraga . wordpress . com) (this post is authored by zeluisbraga, published on zeluisbraga . wordpress . com) (from Viçosa, MG)

Anúncios

Consultor Independente, Treinamento Empresarial, Gerência de Projetos, Engenharia de Requisitos de Software, Inovação. Professor Titular Aposentado, Departamento de Informática, Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais, Brasil. Doutor em Informática, PUC-Rio, 1990. Pós-Doutoramento, University of Florida, 1998-1999

Marcado com:
Publicado em Economia, Social, Tecnologia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: