Realimentação negativa e as reclamações em excesso

Claro que o cenário político e econômico atuais não estão deixando margem para alegrias e pensamento positivo. Indicadores todos negativos, indústrias fechando em volume assustador, desemprego em alta, achatamento salarial, inflação fugindo ao controle, e vamos por ai afora. E mais claro ainda, podemos e devemos nos indignar contra tudo isso, afinal governantes não são eleitos para fazerem tanta coisa errada assim. O que os eleitores esperam é que a vida continue e que nosso país avance, sempre, ocupando o lugar de destaque que merece no cenário mundial.

Mas estamos assistindo a um excesso de negativismo e de reclamações, todo mundo reclama de tudo, é incrível. Se a maçaneta da porta esquerda traseira do lado do motorista  do carro do assessor do presidente está suja, então lá vem um mundo de conversas do tipo “estamos ferrados”, ou “esse aí vai fazer mais merda que o anterior”. Como se estivéssemos reclamando do técnico do nosso time de futebol preferido, já viram alguma concordância com relação a isso? e a escalação da seleção brasileira, já viram algum nível de concordância razoável? e não é por isso que os técnicos são trocados sem nem terem a chance de começar a implantar um  estilo ou tática?

negativefeedbackloopO fato inconteste, já comprovado pela psicologia da alegria e publicado em inúmeros bons livros, é que alegria gera alegria, e nosso objetivo na vida deveria ser esse. Não nos deixando levar pelo negativismo, que gera mais negativismo, reclamar faz mal ao nosso cérebro, vejam um artigo curto e interessante aqui. O ciclo que se estabelece é de desequilíbrio, com realimentação negativa: reclamação > sentimento negativo > reclamação > sentimento negativo…, que deve ser lido “reclamação leva ao aumento do sentimento negativo que leva ao aumento da reclamação que leva ao aumento do sentimento negativo…”, seguindo assim num ciclo de realimentação negativa que influi no aumento da raiva, do comportamento social, do sono, nos relacionamentos. Esse ciclo negativo leva, depois de algum tempo, a doenças da mente, e tem que ser interrompido para nosso próprio bem. A interrupção do ciclo depende em sua maior parte de nós mesmos, da nossa capacidade de entender as situações e de conseguir sair fora dela de alguma maneira, da nossa atitude perante a vida,  procurando ajuda se necessário.

Tenho lido muito sobre o assunto, bons livros, agora tenho tempo para ler o que me interessa, sem pressão. Por exemplo, tem o excelente livro Travels with Epicurus, que foi tema de uma postagem aqui no blog. Outro muito bom é o Flow (vejam aqui a postagem sobre ele), que desenvolve o assunto sobre maximização do prazer nas atividades cotidianas, e sobre as condições necessárias (todas muito simples) para atingirmos esse estado de superação. Enfim, há uma enorme diferença entre agradecer por tudo de bom que um dia nos traz, ou reclamar de tudo de ruim que um dia nos traz. Tudo depende de ponto de vista, de atitude, de alegria interna. Não é fácil de atingir esses estados, mas devemos tentar sempre.

(este artigo foi escrito por zeluisbraga, e postado no meu blog zeluisbraga . wordpress . com) (this post is authored by zeluisbraga, published on zeluisbraga . wordpress . com) (from Viçosa, MG)

Consultor Independente, Treinamento Empresarial, Gerência de Projetos, Engenharia de Requisitos de Software, Inovação. Professor Titular Aposentado, Departamento de Informática, Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais, Brasil. Doutor em Informática, PUC-Rio, 1990. Pós-Doutoramento, University of Florida, 1998-1999

Marcado com:
Publicado em Reflexões, Saúde, Social
Um comentário em “Realimentação negativa e as reclamações em excesso
  1. Leo Ribeiro disse:

    Muito bom o post Zé! Sempre escrevendo sobre questões muito pertinentes. Precisamos parar de tanto negativismo e trabalhar mais para melhorar esse país. Abraços.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: