Walden, a vida simples

Esse livro é um clássico da literatura mundial, mas notoriamente a estadunidense. Publicado em 1854, no meio do século XIX, foi um marco na vida de muitas pessoas, particularmente o movimento hippie dos anos 60, que foi baseado em parte no transcendentalismo (vejam aqui, Wikipedia). Escrito por Henry David Thoreau, Walden descreve a experiência de vida simples do autor em um sítio às margens do lago Walden Pond, localizado em Concord, Massachussets, EUA (vejam no Google Maps). Sítio de propriedade do poeta estadunidense Ralph Waldo Emerson, considerado um ícone do transcendentalismo, e que foi uma das influências de Thoreau em sua experiência transcendental de vida.  Thoreau viveu uns tempos nesse sítio, construiu a casa e vivia de seu próprio trabalho, comia o que colhia, vida simples totalmente, com dependência econômica mínima do mundo exterior.

O livro é um relato desta experiência, é muito longo e leitura cansativa em alguns pontos, pois o tema não tem mais o apelo que teve na época e principalmente no século seguinte, o século XX, com o movimento hippie dos anos 60. Não  consegui ler o livro todo com a devida atenção, muito do que ele fez e relata não se aplica mais, vivemos em outro mundo. Vida simples e despojada certamente deveria ser uma meta de todos nós nesse nosso mundo consumista, mas a visão idílica e utópica de viver na beira de um lago, produzindo para as próprias necessidades, tomando banho de lago todos os dias, levando vida solitária e de contemplação, é impossível nos nossos dias. Não existe na face da terra um sítio onde seja possível fazer isso com segurança e paz suficientes (exceto talvez no cemitério…).

De quebra junto com o livro, vem um artigo ou livreto complementar do Thoreau, Civil disobedience, tão conhecido e famoso quanto o próprio livro Walden. Reflexões do autor sobre o estado, a dominação do estado com relação ao cidadão, a servidão do cidadão ao estado com os impostos, etc. As ideias são bem atuais, estou gostando mais da leitura. O livro que li pode ser baixado em formato ebook (Kindle ou opensource) diretamente do site do Projeto Gutenberg, aqui. Vale a pena a leitura? Claro que sim, vale muito, ainda mais se considerarmos o peso histórico deste livro que influenciou e ainda influencia gerações.
===============================
Transcendentalismo: substantivo masculino
1. doutrina concebida pelo filósofo alemão Immanuel Kant 1724-1804e desenvolvida por inúmeros epígonos e seguidores, que se estrutura em torno da investigação das formas e dos conceitos apriorísticos da consciência humana; idealismo transcendental.
2. qualquer doutrina voltada para a investigação da realidade transcendente, ou caracterizada por métodos alógicos de compreensão da verdade, tais como a intuição, a fé ou a revelação, que transcendem os instrumentos racionais e empíricos do conhecimento humano.

(este artigo foi escrito por zeluisbraga, e postado no meu blog zeluisbraga . wordpress . com) (this post is authored by zeluisbraga, published on zeluisbraga . wordpress . com) (from Viçosa, MG)

 

Anúncios

Consultor Independente, Treinamento Empresarial, Gerência de Projetos, Engenharia de Requisitos de Software, Inovação. Professor Titular Aposentado, Departamento de Informática, Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais, Brasil. Doutor em Informática, PUC-Rio, 1990. Pós-Doutoramento, University of Florida, 1998-1999

Marcado com:
Publicado em Livros, Opinião, Social

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: