Carnaval hoje

Eu e mais um monte de gente estamos acompanhando as mudanças no carnaval ao longo do tempo. Quando eu era criança pequena lá em Visconde do Rio Branco, o carnaval era de rua, blocos na praça, todo mundo ia para a rua, começava cedo e acabava cedo, sadio e divertido. Depois passou para carnaval de clube, a rua foi sendo deixada meio de lado, blocos foram para os clubes. E assim foi por muito tempo. Depois o carnaval de rua foi voltando aos poucos, concentrado em alguns lugares como na Praça da Estação em BH e outros locais que comportem grandes concentrações de pessoas querendo se divertir.

Hoje chegamos ao outro extremo, segmentação total. Um monte de blocos, tipo cada um tem um localizado em um bairro ou rua, entupindo as ruas das cidades de gente, barulho, gritos, desrespeitos a quem não quer participar, impossibilidade total de tirar o carro da garagem, situação quase que caótica. Um monte de ambulantes vendendo de tudo, alguns autorizados pelas prefeituras que ficam com a ilusão de que ganharam um troco no licenciamento mas se esquecem de que depois vem a calmaria e com ela, a limpeza que tem que ser feita, e os danos ao patrimônio devem ser ressarcidos ou recuperados, isso tudo custa muito caro. Mas a maioria dos vendedores é de ambulantes na sombra, vendendo cerveja e comida empacotada. Banheiros poucos, as portas dos prédios ficam todas mijadas e coisas piores, e os moradores ficam reféns de casa, a alternativa é se juntar ao grupo ou viajar. Dormir? isso é para os fortes demais!

No meu fraco entendimento de urbanismo, as cidades não comportam o crescimento desse tipo de solução para o carnaval e outras festas populares. O modelo está chegando no limite, isso é bem visível, mas claro que para administradores municipais, não é tão visível assim, é até invisível (credo, esse final ficou parecendo fala de uma presidenta nossa). As cidades não comportam, não há espaço, estrutura, segurança, cuidado sanitário. Violência sempre é um risco, hoje qualquer motivo é suficiente para tiro, porrada, briga de turma, ainda mais com a cabeça cheia de bebidas ou outras drogas (não é privilégio do carnaval, em qualquer festa com muita gente nas ruas pode acontecer). Impossível garantir segurança em todos os pontos onde existam blocos nas ruas.

Qual será a próxima onda para o carnaval? Em tempos de febre amarela, dengue e derivados, não é muito dificil prever. Aos poucos vamos voltando ao modelo anterior, em locais amplos destinados a festas populares. O atual não se sustenta.

Achei um monte de fotos para ilustrar essa postagem, mas todas com direitos autorais, publicadas em grandes redes. Se eu usar alguma aqui, é certeza de que vou ter que excluir. Por isso a postagem está sem fotos, pelo menos por enquanto.

(este artigo foi escrito por zeluisbraga, e postado no meu blog zeluisbraga . wordpress . com) (this post is authored by zeluisbraga, published on zeluisbraga . wordpress . com) (from Viçosa, MG)

Anúncios

Consultor Independente, Treinamento Empresarial, Gerência de Projetos, Engenharia de Requisitos de Software, Inovação. Professor Titular Aposentado, Departamento de Informática, Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais, Brasil. Doutor em Informática, PUC-Rio, 1990. Pós-Doutoramento, University of Florida, 1998-1999

Marcado com:
Publicado em Opinião, Reflexões, Social
Um comentário em “Carnaval hoje
  1. daniellainacio disse:

    Republicou isso em Blog da Rosinhae comentado:
    Quando criança, amava o Carnaval (tem até um post aqui sobre isso).
    Hoje em dia o Carnaval perdeu o sentido pra mim. E isso que o Zé postou traduz muito o que penso sobre o Carnaval de hoje.
    Vale a pena a leitura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: