BH Resolve

Tinha um pequeno problema para resolver com o endereço do nosso IPTU em BH, e fui para o centro tentar resolver. Direto ao BH Resolve, na Rua dos Caetés ou na av. Santos Dumont. Os dois endereços são interligados pelo complexo de serviços oferecidos pela PBH. Entrei pela rua dos Caetés, muita gente para ajudar e direcionar, cheguei ao setor de IPTU facilmente. Que fica na entrada da av. Santos Dumont, dois andares abaixo da Caetés. Em menos de cinco minutos resolvi o que precisava, muito bem atendido. Fiquei impressionado pela estrutura do local, bem amplo e com muitos pontos de direcionamento dos usuários. Dentro do que é possível em um serviço público, local confortável, amplo, com banheiros, bebedouros, etc. Entendo perfeitamente que nem todos que vão ali conseguem resolver seus problemas tão rapidamente. No IPTU principalmente, pode ser necessário apresentar documentos adicionais, certidões, etc., o que certamente exige outro tipo de atendimento, talvez em outro local. Mas se 80% das pessoas que recorrem ao BH Resolve conseguem resolver seus problemas lá mesmo, no meu entendimento já é um enorme avanço. Saí dali positivamente impressionado.

Como já estava no centrão de BH, na av. Santos Dumont, meus domínios dos tempos de estudante de engenharia em BH, dei uma volta pela região. Visitei a estação do MOVE que fica logo em frente, bem organizado, com vários quiosques para recarga ou venda de cartões de embarque. Mais adiante, indo em direção à Praça da Estação, uma descoberta que me deixou satisfeito: a PBH está reformando (a fachada, pelo menos) o Hotel Londres, minha morada (e de muitos outros estudantes do interior) por um bom par de anos ali no centro. Da última vez que passei por lá há um ano, a cena era outra, muito degradado, achei até que seria demolido. Muitas histórias por ali, eu estudava na PUC Minas e trabalhava na Prodemge na Praça da Liberdade. Minha rotina era acordar muito cedo, tomar o primeiro café no hotel, correr para o ônibus na Av. Amazonas com Tamóios (depois mudou de ponto), chegar mais cedo na PUC, assistir às aulas, voltar no mesmo ônibus, correr para o hotel, deixar o material de aula lá, comer alguma coisa, e encarar a subida da rua da Bahia até o Palácio dos Despachos. A Prodemge funcionava atrás do Palácio, bem em frente à antiga sede social do Minas Tênis Clube. Essa era a rotina diária, com algumas variações com relação ao almoço, às vezes tinha que ir direto para a Prodemge, pegava alguma carona com colegas, e comia por ali mesmo, mercado Camponesa que ficava na Tomé de Souza.

Fui terminar o passeio na padaria Belo Pães, que também fica na av. Santos Dumont. Sempre vou até lá com um grande amigo da época da escola de engenharia, conversar fiado e trocar umas ideias de aposentado. Muito bom local, tranquilo, bem movimentado, excelente qualidade. Simples e barato. Recomendado, tem uma baguetaria famosa do lado, pertence ao mesmo grupo. Segundo o anúncio, a melhor baguete de BH.

(este artigo foi escrito por zeluisbraga, e postado no meu blog zeluisbraga . wordpress . com) (this post is authored by zeluisbraga, published on zeluisbraga . wordpress . com) (from Viçosa, MG) (Estou no GoodReads)

Consultor Independente, Treinamento Empresarial, Gerência de Projetos, Engenharia de Requisitos de Software, Inovação. Professor Titular Aposentado, Departamento de Informática, Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais, Brasil. Doutor em Informática, PUC-Rio, 1990. Pós-Doutoramento, University of Florida, 1998-1999

Marcado com:
Publicado em Dicas, Opinião, Social

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: