Arquivos do Blog

Metodologia ou método?

Mais uma de minhas “broncas” sobre o uso errado dos dois termos, método e metodologia. Têm significados completamente diferentes, não se confundem. Mas nos trabalhos técnicos e científicos, o normal é encontrar o termo Metodologia sendo usado no lugar de

Marcado com:
Publicado em Educação, Filosofia, ZeRaivoso

Transformação Digital – I

O mundo passa por transformações quase que contínuas, empurradas pelos avanços tecnológicos.  Do ponto de vista do digital, eu prefiro enxergar o começo de toda a mudança lá na Inglaterra do século XIX,  na era Vitoriana, com a invenção do

Marcado com:
Publicado em Economia, Educação, Tecnologia

Bactericida, antibactericida…

Um pouco de conhecimento de lógica é fundamental para ajudar a gente a não falar muita besteira. Em uma visão simplista, a lógica matemática é um framework, ou arcabouço, para raciocinar com argumentos precisos, sem ambiguidades. Claro, para aplicá-la no

Publicado em Educação, Reflexões

A roupa nova do rei

Quando criança, ouvi esse conto inúmeras vezes, lido e relido pela minha mãe. Claro, na época não existia TV, somente livros, discos e rádio para ouvir. O costume era a leitura antes de dormir, e todas as noites as histórias

Marcado com:
Publicado em Educação, Reflexões, Social

Google, Apple, IBM deixam de exigir diploma

A notícia, publicada ontem aqui neste link, já não é novidade. É uma tendência verificada nos EUA, por questões particulares internas dos EUA. A notícia já foi publicada antes, não é novidade, vejam aqui neste link. Provoca a imaginação de

Marcado com:
Publicado em Carreira, Educação, Tecnologia

Privacidade

Privacidade foi o tema do meu artigo de junho,  publicado no Portal SIMI. Estamos protegidos? Temos direito de acesso garantido aos nossos próprios dados? Podemos impedir que sejam usados por terceiros? São questões que aos poucos vão nos engulindo, se

Marcado com:
Publicado em Educação, Gestão de riscos, Tecnologia

Bancos de dados: Charles Bachman (1924-2017)

Terminei meu mestrado em Ciência da Computação no DCC-UFMG em 1981, foco em Bancos de Dados. Impossível desenvolver uma dissertação em Bancos de Dados na época, sem ler os artigos fundamentais de Charles Bachman (1924-2017), considerado o “pai dos bancos

Marcado com:
Publicado em Educação, Inovação, Tecnologia